Jejum pré-operatórioa

Por que é necessário manter a criança de jejum? Os alimentos que engolimos, líquidos ou sólidos, não entram na traquéia porque dispomos de mecanismos de defesa que fecham sua entrada, fazendo com que eles se dirijam ao estômago. Durante a anestesia, estes mecanismos de defesa são perdidos e, na eventualidade de ocorrer vômito, o alimento poderá entrar nas vias respiratórias e provocar complicações pulmonares muito graves. Portanto a orientação sobre o jejum pré-operatório deve ser seguida à risca. Também deve ser informado ao médico anestesiologista o que a criança ingeriu, o tipo de alimento, e o horário que foi ingerido.

Leia a orientação sobre o tempo do Jejum de acordo com alimentos


<< voltar